MEMORIAMEDIA Review

Intangible Cultural Heritage

Editor's note
Nota editorial

Since 2006, the project MEMORIAMEDIA – managed by Memória Imaterial CRL (MI) and hosted by Instituto de Estudos de Literatura e Tradição (IELT) of NOVA FCSH – produces, exhibits and shares papers, databases, documentaries, ethnographic records and artistic creations in the areas of literature, social sciences, and the arts.

The project is now launching the MEMORIAMEDIA Review (MI/IELT), a publication dedicated to promoting, communicating and documenting projects, studies and archives of the Intangible Cultural Heritage (ICH) and of Oral History.

In this issue, is presented the Map of e-inventories of Intangible Cultural Heritage. A platform that enables direct access to 158 e-inventories through the links indicated in their respective countries. An article associated with the Map presents a preliminary analysis of some characteristics of these inventories, and calls for the participation in the update of the mapping.

The definition of “ICH e-inventory” adopted includes: online published inventories with free access, of or about expressions of one or more domains of the intangible cultural heritage – "oral traditions and expressions, including language as a vehicle of the intangible cultural heritage; performing arts; social practices, rituals and festive events; knowledge and practices concerning nature and the universe; traditional craftsmanship" (UNESCO, 2003, no.2, art.2).

Featured are articles on e-inventories that arrived from Estonia, Finland, East-Timor, Norway and Spain. Papers submitted by researchers that participated in the construction of these inventories and describe the processes applied for their preparation, organization and dissemination.

In the context of oral history, is published an article that reflects on the construction of the Museum of the People's Memory Scenario (Museu Cenário da Memória do Povo), in Samalari, East Timor, in the framework of the national policies for the safeguarding of memory. Associated with the paper is published a documentary on the same topic held by the author.

Finally, it is presented a critical review of Catálogo dos Contos Tradicionais Portugueses (Catalogue of Portuguese Traditional Folktales). Two extensive volumes that illustrate the vitality of Portuguese oral tradition with regard to folktale and that, as well, will benefit from the creation of a digital archive.

 

Desde 2006 o projeto MEMORIAMEDIA - cuja entidade gestora é a Cooperativa Cultural Memória Imaterial e a entidade de acolhimento é o Instituto de Estudos de Literatura e Tradição da NOVA FCSH – produz, expõe e partilha artigos, bases de dados, documentários, registos etnográficos e criações artísticas nas áreas da literatura, das ciências sociais e das artes.

O projeto lança agora a Revista MEMORIAMEDIA (MI/IELT), uma publicação dedicada à promoção, comunicação e documentação de projetos, estudos e arquivos do Património Cultural Imaterial (PCI) e da História Oral.

Apresenta-se neste número o Mapa dos e-inventários do Património Cultural Imaterial. Uma plataforma que permite aceder diretamente a 158 e-inventários a partir dos links assinalados nos respetivos países. Um artigo associado ao Mapa apresenta uma análise preliminar de algumas características desses inventários e apela à participação na atualização do mapeamento.

A definição de “e-inventário PCI” adotada inclui:  inventários publicados online com acesso livre, de ou sobre manifestações de um ou mais domínios do património cultural imaterial –  "as tradições e expressões orais, incluindo a língua como vetor do património cultural imaterial; as artes performativas; as práticas sociais, rituais e festividades; as práticas e conhecimentos relacionados com a natureza e o universo; aptidões ligadas ao artesanato tradicional (UNESCO, 2003, n.º 2 do art.º 2.º).

Em destaque estão os artigos sobre e-inventários que chegaram da Estónia, Finlândia, Timor Leste,  Noruega e Espanha. Artigos submetidos por investigadores que participaram na construção desses inventários e que descrevem os processos de elaboração, organização e disseminação aplicados.

Ainda sobre Timor Leste e no âmbito das questões da história oral, publica-se um artigo que reflete sobre a construção do Museu Cenário da Memória do Povo em Samalari, distrito de Baucau, no quadro das políticas nacionais para a salvaguarda da memória. Associado ao artigo publica-se um documentário sobre o mesmo tema realizado pela autora.

A terminar, apresenta-se uma recensão crítica da obra Catálogo dos Contos Tradicionais Portugueses. Dois extensos volumes que ilustram a vitalidade da tradição oral portuguesa no que se refere ao conto tradicional e que muito beneficiará com a criação de um arquivo digital.

 

UNESCO. (2003). Convention for the Safeguarding of the Intangible Cultural Heritage.

Shared e-inventories